Home » _Blog » Viva bem com o seu salário!

Viva bem com o seu salário!

Você já teve aquela sensação de que o seu salário nunca é o suficiente para dar conta do seu mês? Parece que pagar as contas e ainda poupar um dinheirinho no final do mês é quase impossível?

Pesquisas mostram que cerca de 30% da população tem renda mensal de até 3 salários mínimos (o equivalente a cerca de R$1500,00 por mês). Ainda, 22% da população recebe de um a dois salários mínimos, e 8% embolsam de dois a três salários. Isto quer dizer que mais da metade da população brasileira deve se programar para viver com esse valor. Para quem se encaixa nestas estatísticas, planejamento e disciplina são uma necessidade. Se você conseguir administrar bem esse dinheiro, mantendo os pés no chão, vai conseguir identificar seus limites de consumo – e disso depende a vida útil de seu salário.

É claro que há a necessidade de adaptar seu padrão de vida à sua realidade financeira, e aqui vale a máxima  “não gaste mais do que ganha.” Quanto menor o salário, mais minucioso deve ser o seu planejamento. É preciso viver bem, mas sem esquecer dos padrões que a sua renda pode proporcionar sem endividá-lo.

Algumas atitudes podem facilitar seu planejamento financeiro:

- Contabilize tudo: É importante, desde o começo do mês, somar todas as suas despesas fixas e priorizá-las (aluguel, contas de água e luz, parcelas de financiamentos, prestações), pois os juros decorrentes de atraso são altos e desnecessários, e ainda, podem comprometer seu salário do mês seguinte, pois aumentarão as despesas fixas. Através desta contabilização, você vai poder identificar o valor que estará disponível e estabelecer uma meta de quanto poderá gastar e de quanto deverá poupar. Economistas afirmam que o ideal seria poupar 10% do seu salário, mas este valor só você conseguirá estabelecer, levando em conta suas despesas.

- Não sobrou quase nada. O que eu faço? – Pequenos valores não devem ser ignorados. Nossa primeira ação ao verificar que sobrou pouco dinheiro é gastá-lo, pois a impressão é de que não fará  a mínima diferença no orçamento. Engana-se quem pensa assim. Já ouviu o ditado “de grão em grão a galinha enche o papo?” Pequenos valores podem ajudá-la a pagar as contas e conquistar objetivos a médio e a longo prazo. Por isso, não deixe de guardar o que sobrou. O ideal é fazer uma poupança, pois os juros, por menores que sejam, sempre fazem a diferença. Faça previsões para se animar: se você guardar, por exemplo, R$30,00 por mês, durante um ano terá economizado R$360,00, valor bem significativo. Portanto, não despreze pequenos valores.

- Casadas e solteiras: Quem é casado (a) deve fugir do pagamento à prazo. Com um salário curto, além de manter um orçamento bem organizado, é preciso levar em conta os imprevistos.  Porém, há a vantagem de unir as rendas e conseguir poupar um pouco mais, mantendo um padrão de vida mais elevado. Uma leitura interessante que traz muitas dicas de como poupar e viver bem estando casado é o best-seller “Casais inteligentes enriquecem juntos”. O livro traz dicas, histórias de casais que encararam problemas financeiros, situações-problema que podem surgir no seu caminho. Não deixe de ler e adotar algumas das ótimas ideias apresentadas. Veja neste artigo da VEJA um trecho do livro.

Se for solteiro (a), aproveite para fazer uma reserva financeira. Poupe o que puder, e invista essa renda extra em um curso, uma viagem, um sonho. Viva bem, divirta-se, mas não esqueça de garantir o seu futuro. Quem mora com os pais e não tem nenhuma despesa com moradia tem obrigação de poupar, pois vão encarar uma empeitada futura, terá despesas novas e é bom estar preparado financeiramente.

- Dispense o cartão de crédito: Quem tem um salário curto deve dispensar o cartão de crédito, principalmente se tiver consciência de que não consegue se controlar diante de uma boa oferta. O cartão de crédito faz com que criemos um dinheiro que não existe, pois acabamos gastando sem pensar no possível comprometimento do salário. Segundo economistas, é possível economizar até 20% do salário quando dispensamos o cartão de crédito. Por isso, sempre que possível, utilize dinheiro vivo e compre à vista.

- Tenha rigor nos gastos: As despesas com moradia não podem ultrapassar 30% de sua renda, ou seja, quem ganha até R$1500,00 não deve pagar um aluguel de mais de R$450,00. Não se deixe levar pela empolgação e procure reduzir suas despesas ao máximo. O resultado valerá a pena.

Já foi o tempo em que finanças era um assunto exclusivamente masculino. Hoje, as mulheres têm participação ativa no mercado financeiro e, portanto, obrigação de saber o quê e em quê estão gastando. Sempre que possível, leia sobre o assunto, pois costumamos nos animar a poupar e criar novas fontes de renda quando temos um contato mais frequente com o tema.

Adote as dicas e viva cada vez melhor, super secretária executiva. Afinal, você é também uma super mulher, e não somos só estética, mas sim informação. Lembre-se: conteúdo e inteligência também são charme.


9 Comentários para "Viva bem com o seu salário!"

  1. Gilmara:

    Boa tarde,

    adorei o texto e sempre estou de olho nas novidades.

    um grande abraço!

  2. EDVANIA:

    Preciso muito de mais dicas, mas detalhes e planilhas.

    • Olá Edvania,

      O que realmente você precisa? Uma planilha para controle de gastos por exemplo?
      Precisamos que seja mais expecífica para que possamos lhe ajudar!

      Beijos ;)

  3. Jaqueline Borges:

    Bom dia, lindas do Super Secretária Executiva

    Não consigo ler os textos devido a propaganda da Livraria Curitiba. O ícone para “fechar” não funciona. Alguém pode ajudar?
    Gostaria muito de ler os textos, mas está impossível.

    Beijos!

  4. preciso de uma ajuda, para controle financeirosei gostaria que mandassse uma planilha dos gatsos necessarios e e gastos que precissa ganho 800,00 sou solteiro e nao tenho controle preciso de conselhos tenhos gastos desnecessario mas nao consigo deixá-lo espero que possa me ajudar, tenho 24 anos, obrigado pelo espaço espero que possa me ajudar.obrigado

  5. Olá,

    Gostei bastante do post, muito criativo e construtivo.
    parabéns.

    Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>