assedio moral

O assédio moral é uma das piores coisas que ocorrem no ambiente de trabalho. A secretária por ser um profissional que esta disponível o tempo todo para toda a empresa é um dos alvos mais fáceis neste caso.

Os chefes que assediam moralmente seus subordinados são pessoas inseguras, autoritárias, despreparadas que usam do seu cargo de superior para cometer o uso de poder. E acredite, isso acontece e muito.

Uma pesquisa feita por Margarida Barreto com mais de 60 mil empregados, mostra que mais de 10 mil já foram ou são vitimas do assédio moral.

Mas afinal, o que é assédio moral?

O assédio moral acontece quando chefes usam de seu poder para humilhar de diversas formas seus funcionários. Mas isso não ocorre somente com os chefes, mas também com colegas de trabalho.

As vítimas na maioria dos casos sofrem humilhação e constrangimento.

Mas como saber se o seu chefe esta passando dos limites?

Verifique se eles fazem críticas injustas de algum trabalho que você sabe que executou bem. Ridicularizam e rebaixam diante de todos. Falam mal de você e invadem sua vida particular através de boatos maldosos. Ameaçam de uma forma ou de outra com gestos e olhares. Ignoram qualquer forma de comunicação, isolando-se de forma que você não consegue conversar sobre o seu trabalho.

Muitas pessoas costumam ridicularizar colegas de trabalho. Um exemplo: “você nunca consegue fazer nada direito.” Como assim? Se você realmente não consegue fazer nada direito então nem deveria estar empregado. Não é mesmo? Isso mostra que as coisas não são bem assim. O pior acontece quando pessoas e chefes desse tipo fazem esses comentários na frente de clientes ou qualquer outra pessoa. Vai dizer que você nunca se deparou com uma situação dessas? Eu já e é bem desagradável, tanto para quem esta vendo e ouvindo tanto para a pessoa que esta sofrendo do assédio moral.

O assédio moral não é um acaso isolado, ele deve ocorrer durante um tempo.

As pessoas que sofrem com isso acabam perdendo o respeito, a auto-estima e precisa pedir em muitos casos ajuda de profissionais para conseguir voltar a se sentir importante, responsável, confiante.

Nos casos mais graves, a vítima deve procurar sindicatos, advogados e relatar o ocorrido. Isso pode resultar em um processo contra a empresa e a vítima ganhar uma indenização pelos danos sofridos psicologicamente.

Mas claro que antes disso tudo, você super secretária executiva, deve sempre tentar resolver de uma forma harmoniosa, conversando com as partes envolvidas. Manter a calma nessas horas também é necessário.

Você secretária, por ser o alvo fácil desse tipo de agressão, em muitos casos precisa se impor, mostrar seu potencial, falando sempre educadamente mesmo que seu chefe ou colegas de trabalho estejam errados. Mas por outro lado, precisa aceitar as críticas quando realmente seu trabalho não estiver de acordo com o exigido.  Através das críticas é possível e muito crescer na carreira. Mas claro que para todas as críticas a um limite, não podemos confundir críticas com humilhação e ridicularização.

Founder do Super Secretária Executiva, Michele Tesser Pedroso é formada pela UNINTER em Secretariado Executivo Trilingue, desde 2009.





Confiança
  1. Camila Souza says:

    Olá meninas,

    Tudo bem?

    Muito legal essa matéria.

    Ah…no segundo parágrafo, após a palavra autoritária, esta faltando letras.

    Beijinhos e uma ótima semana.

  2. Juliana Silvana says:

    boa tarde,

    Adorei a matéria, e me indentifiquei muito com o tema.
    Eu trabalho numa empresa de telecomuicação faz 3 anos e passei por isso , etava me sentido um horror, humilhada e incompetente.Uma vez minha chefe que tem apenas 23 anos de idade estava resolvendo um problema e eu educadamente me ofereci em ajuda-la ela disse que eu não tinha capacidade para isso,nossa foi horrivel e foi logo no dia do meu aniversário eu não consegui me controla e chorava sem parar, acredita que ela chegou e falou o seguinte: segura esse choro!!!
    Isso foi uma das primeiras humilhações,á outra foi o fato de o setor de compras e eu chegarmos 15 minutos atrasadas na empresa e mandarão a gente ir embora e queria ver se fossemos fazer realmente falta na empresa e não para por ai,apatroa enconformada da moça das compras ir embora falou que a culpa é minha por que eu tenho que abrir á empresa e começou a gritar, criei corgame e falei: não grita comigo, pois não estou gritando com você.
    e ela falou: eu posso grita e vai embora, por mim vocênem voltasse.Fui embora chorando,mais decida que não voltaria mais.
    No mesmo dia ela me ligou querendo tirar satisfação pelo meu comportamento e ai eu falei:Carol não vou adimitir que você grite comigo, você humilha as pessoas, estou me sentido muito mal com tudo isso. Depois disso ela me pediu desculpas e me prometeu que nunca mais falaria desse jeito comigo.
    Mais prometi para eu mesma, que não vou aceitaresse tipo de tratamento ,pois sempre fui educada com todos atéamigos proximo e não mereço ser trata dessa forma, e nós não devemos temer niguém só á Deus, isso é bíblico.
    bjuss á todos.

    • Michele says:

      Olá Juliana,

      Obrigada, fico muito contente em saber que gostou do texto.
      Fique a vontade para sugerir temas e tirar dúvidas.
      E sobre o assédio, é isso mesmo. Não deixe jamais que as pessoas te humilhem. Somos todos iguais e devemos ser tratados com respeito.
      Isso inclui chefes também. Para tudo nessa vida tem o jeito correto de se falar.
      Você agiu certo se impondo… parabéns!

      Beijos, tenha uma ótima semana ;)

      • natalia says:

        Olá, Michele :D

        Li o texto e gostei muito, e agora tenho certeza que sou o principal alvo de assédio moral na empresa onde trabalho. Meu cargo lá é de auxiliar de escritório, mais executo atividades de secretaria também, pois é uma empresa pequena e no escritório só fica eu e minha prima.. Ela é a dona então todos tratam com muito respeito, até os clientes. ao contrário de mim que sou a que todos querem se aproveitar e humilhar. tem um motorista que trabalha lá, e acha que é meu chefe, que tem direitos de me da ordens e chamar a minha atenção. Ele é mal educado com todo mundo, não respeita ninguém, nem os clientes e vive falando mal das pessoas, agora ele resolveu pegar no meu pé, vive falando que os clientes estão reclamando do meu serviço, fala para o chefe que eu não presto atenção jogando a culpa em mim quando ocorre algum problema, e se sente incomodado com minha presença. Eu tolero toda semana esse ser insuportável, e mantenho a calma, mais as vezes é difícil. agora entrou outro motorista lá e faz alguns comentários e brincadeiras que me incomodam, pois a pessoa mal chegou e já acha que pode falar o quer pra mim… fora que tem alguns clientes que chegam a me desrespeitar falando com arrogância e as vezes fazem piadinhas sem graça. Mais vou manter meu bom humor até sair de lá, pois necessito muito desse emprego, se não já teria pedido a conta.

        Abraços
        Naty *–*

        • Michele says:

          Olá Natalia,

          Primeiramente obrigada por ter gostado do conteúdo. Fique a vontade para sugerir novos temas e tirar dúvidas.

          Nossa, mas que situação desagradável heim…
          Acredito eu que esteja na hora de você se impor sobre essas pessoas que estão abusando da sua boa vontade. Para tudo há um limite né?!
          Não deixe passar as brincadeirinhas, se for preciso, responda a altura. Não falo para ser mal educada, nem nada, simplesmente não deixar quieto.
          Você vai perceber que logo logo iram parar com esse tipo de coisa, pois você não irá mais permitir.
          Faça isso e depois me conte se a situação melhorou.
          Mas lembre: sempre educada e em bom tom.
          Goog luck!

          Beijos ;)

  3. EDSOUZA says:

    OLÁ, ACABEI DE LER SEU TEXTO E ACHEI INTERESSANTE, ESSA SEMANA NA EMPRESA ONDE TRABALHO OUVE UM CERTO CONFLITO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS E A EMPRESA A RESPEITO DE SALÁRIO. DURANTE O EXPEDIENTE TODOS FUNCIONÁRIOS FORAM CHAMADOS PARA UMA REUNIÃO COM A CHEFE DE RH DA EMPRESA, AO TERMINAR DE PASSAR AS INFORMAÇÕES QUE QUERIAM ABRIRAM UM ESPAÇO PARA OPINIOES, PERGUNTAS, O FATO É QUE EU AO QUESTIONAR E TENTAR MOSTRAR OS FATOS REAIS QUE ESTAVAM ACONTECENDO ALI NA EMPRESA FUI EXTREMAMENTE HUMILHADA, A CHEFE DE RH DA MINHA EMPRESA COMEÇOU A COMENTAR SOBRE TUDO QUE EU TINHA FALADO COM UM TOM RONICO DE VOZ, ME COLOCANDO EM UMA SITUAÇAO CONSTRANGEDORA DIANTE DE TODOS OS MEUS COLEGAS QUE TAMBÉM PERCEBERAM A FORMA MAL EDUCADA COM QUE ELA ME RESPONDEU, E OLHA QUE ESSA EMPRESA SE JULGA HONRADA POR TER UM “CODIGO DE ÉTICA” AO QUAL ESSA PESSOA SE ESQUECEU QUANDO FICOU IRRITADA COM MINHAS INDAGAÇÕES. DEPOIS DISSO FUI EMBORA TOTALMENTE TRANSTORNADA, ISSO ME ABALOU PROFUNDAMENTE, TODA VEZ QUE FECHO OS OLHOS EU VEJO A FORMA COM QUE ELA SE MANIFESTAVA SÓ PARA ME ATINGIR, ISSO ACABOU COM MEU FINAL DE SEMANA E COM MINHA PAZ PSCILOGICA. SERA QUE ISSO PODE SER CONSIDERADO COMO UM DANO MORAL?

    • Michele says:

      Olá Ednalva,

      Procure conversar com a moça do RH para ver o que realmente aconteceu.
      Com certeza ela não teve a intenção de te magoar.
      Procure ver certinho que realmente aconteceu e tente de uma forma harmoniosa tentar resolver o acontecido.
      Nada mais desagradável para um ambiente de trabalho do que esse clima de conflitos, não é mesmo?
      Converse e me conte como foi. Tenho certeza que as coisas vão melhorar.

      Beijos e uma ótima semana ;)

  4. Sheila says:

    Olá, gostaria de tirar uma duvida a respeito do assédio moral feito pela esposa do meu chefe mesmo ela não tendo nenhum cargo na empresa, somente pelo fato de ser conjugue do proprietário da empresa. Isso é legal perante as leis trabalhistas?

    • Michele says:

      Olá Sheila,

      Esse tipo de coisa não deveria acontecer, mas sabemos que acontece, infelizmente.
      Olha, se informe direitinho com especialistas, não sei lhe informar e não quero te passar uma informação errada.

      Beijos ;)

  5. Annye says:

    Olá! Gostei da materia e a minha opinião é:É muito dificil provar, ninguem vai dedurar chefe, e ele(a) tm poder d destruir a vida profissional e saude mental e fisica d uma pessoa. Alem ds chefes q humilham existem os puxa-sacos inventando situações se aproveitando d confiança ds chefes,afinal, todo malandro é carismatico. Qndo c faz avaliação d chefe ele tm acesso as informações e por isso as pessoas escondem suas visões,e tudo muito delicado e horrivel viver isso, ja ouvi muits historias e percebi, infelizmente,q na categoria humilhação são chefes mulheres enquanto os homens sao assediadores sexuais.isso nao é estatistics, e baseado nas histórias q ouço, façam uma pesquisa pessoal p gente trocar essas informaçoes

  6. Clê says:

    Olá agradecemos o espaço para compartilhar opinião e experiencias a respeito desse tema tods tmos historias a contar, por mais q nao tnhamos vivido, e importante conversar e se informar cada vez mais.

  7. Rafaela says:

    Essa semana fui humilhada na frente de todos do escritório, eu pedi pra me mandarem embora afinal são 11 anos de trabalho não vou perder meus direitos… Falei que era melhor mandar já enquanto havia respeito entre a gente, ela disse “Não existe mais respeito por vc”. Depois disso age como se não tivesse feito nada… Não dá eu não sei trabalhar onde as pessoas não me respeitam.

  8. rosangela says:

    olá!! adorei todos os comentarios. e a pouco tempo passei por umilhação no meu trabalh. eu tabalho em restaurante e meu cozinheiro e chefe nutricionista eles me umilharam muito chegou a um ponto que eu não aguentei mais e respondi o cozinheiro ai a minha chefe naõ gostou e tomou as dores dele ai os dois começaram a me inpor fazer muitas cosas de uma vez só com chigamnetos; gritos ai eu começei a chorar e eles nem ai p mim ai fui lá fora atender os clientes chorando ai uma cliente percebeu foi atras de mim na cozinha e perguntou o que estava acontecendo ai o cozinheiro e minha chfe desconversaram e falou que eu tava com os olhos vermelhos por causa do produto quimico forte que eu estava usando . despois eles me umilharam mais ainda falaram p mim que eu estava comprometendo a empresa e etc;cinco dias depois fui mandada embora egaora estou desempregada o que devo fazer por favor me ajudem. obrigada

  9. cleo says:

    ola,estava procurando algo sobre assédio moral e encontrei este blog,pois estou muito mal diante das humilhações que sofro no meu trabalho,os funcionários acham que podem ficar chamando minha atenção,duas principalmente,umas delas e arrogante,mal educada e acha q esta certa em tudo,já somam umas 4 vezes que esta pessoas me falta com respeito gritando comigo em um tom muito alto ao ponto de me fazer chorar e me atrapalhar para atender os clientes no restaurante,e outra os funcionários ficam fazendo comentários maldosos sobre mim com meu chefe insinuando que eu tenho um caso com ele,coisa que me deprime e me deixa muito mal,eu nem sinto vontade de ir trabalhar pois me sinto humilhada e perseguida dentro da empresa,sendo que eu vou faço o meu trabalho e não mecho com ninguém.o que eu posso fazer diante desta situação pois não estou aguentando mais este tipo de conduta destes funcionários inclusive de uma que vive gritando comigo diante de outros colegas.

    • Michele says:

      Olá Cleo,
      Puxa, que situação chata…
      Na minha opinião, antes de uma atitude mais drástica, tipo você mudar de emprego, eu tentaria conversar com eles numa boa…
      Conversa com o seu chefe, com seus colegas, seja sincera, explica que isso te incomoda e que não quer mais que isso aconteça, sendo que você não deu motivos nenhum…
      Se nada acontecer, infelizmente, para você ficar feliz com você mesma e com o seu trabalho, acho que terá que buscar um novo emprego.
      Tem muita empresa, diretores e colegas de trabalho bons por aí… que valorizam a pessoa e o profissional que você é!
      Mas conversa com eles, uma boa conversa pode ajudar e muito!
      Boa sorte, super!
      Super beijo ;)

  10. Val says:

    Oi michele, acabei de ler seu texto, e achei muito legal, pois assim, vc esta ajudando muitas pessaos que nao sabem que estar passando por esse mal.
    Me indentifiquei muito com o texto, pq a 2 anos atras, quando tinha apenas 15 anos fui estagiaria em uma escola de musica daqui da minha cidade, ocupava o cargo de secretaria, e era a unica estagiaria da empresa os outros eram apenas professores. no inicio era um sonho, pq eu gostava de musica, e ja fazia aulas lá, mas depois a passar dos meses, começei a receber criticas desnecessarias da minha patroa, e liçoes de moral sem precisoes, ela diminuiu o meu tempo de almoço, e me fazia fazer tarefas que nao eram proprias de uma secretaria. fazia eu limpar o banheiro, e executar todo o serviço de limpeza da escola, lavar os pratos, enquanto telefone tocava e dava aula para alunos. era horrivel, no inicio so ficava na secretaria, atendendo os pais de alunos e fazendo matriculas, mas depois ate dar aulas de piano eu dei, sem ser remunerada. obs: ja fazia aulas de piano a 6 anos.
    ela gritava comigo na frente dos alunos, os quais ficavam rindo de mim, me chamava de emcopertente, na frente dos pais dos alunos, era muito humilhante, ela sempre vinha com voz doce e educada dizendo que so queria meu bem, que era para mim crescer profissionalmente, e eu voltava para casa triste, sem entender o motivo, pq eu fazia tudo corretamente, e o que ela dizia que nao tava bom, eu refazia varias outras vezes, mas nunca tava bom.chegava a fazer trabalho inutil como picotar papel. tudo que eu fazia ela desfazia, eu errumava a sala onde trabalhava ela ia e baguçava em segundo, a pior situaçao foi quando um professor q ela deixava me auxiliando quando ela nao estava jogou feijao na pia, e essa pia intupiu. ela gritou tanto comigo, e eu nao dizia nada, ficava quieta e as lagrimas descendo. minha mae chegou e fragou tudo. e foi conversar com ela, ela dizia que so tava me ajudando, eu nao sabia que estava sendo vitima de assedio moral. depois me pediu desculpas e falou q nunca mais ia acontecer, ela foi diminuindo meu salario, no inicio me pagava 300 reais, descontava 100 da aula, depois de 6 meses me gava so 100, e depois trabalhava la, so pela aula, nao recebia mais nada, nem a passagem. no inicio do ano me fez voltar de salvador, para trabalhar com ela, trabalhei o dia todo nao recebir nada, so o dinheiro da passagem, afsss q odio, ate uma ligaçao q fiz me cobrou. final das contas, entrei em depressao, eu pressiva do estagio pq se nao nao conseguia me formar na minha escola tecnica, agora vou ter q pedir ajuda para psicologos, nao vou colocar-la na justiça pq deus vai agir por mim, graças a deus hoje nao trabalho mais lá. so soube o q era assedio, quando sai de lá. passei no vestibular para direito, onde vou cursar no ano q vem, e pretendo resolver muitos casos esse ajudando pessoas q passar pela situaçao semelhante a minha.

    • Michele says:

      Olá Val,

      Nossa… fiquei assustada com a situação que você passou. Ainda bem que hoje você esta buscando novos caminhos, novo emprego, uma nova vida!
      É isso mesmo, não se deixe abater por pessoas que nos fazem mal… siga em frente que é o melhor que você faz.
      Sempre que precisar de ajuda, pode contar com toda a equipe do Super Secretária Executiva!
      Boa sorte nessa nova caminhada, tenho certeza que você vai arrasar no curso que escolheu.

      Super beijo ;)

  11. Thatha Apple says:

    OLá gostei muito do seu blog, estou pesquisando sobre assedio moral e sexual para fazer um seminário, quero levar um relato sobre cada um desses tipos de assedio como depoimento na minha apresentação , li bastantes relatos aqui e quero saber sua opinião de qual é o melhor relato mais chocante publicado aqui para pode expor em meu seminario.

  12. jessika says:

    Olá estou passando por um momento muito difícil no meu trabalho, descobri que estou gravida e já falei com meu chefe só que desde então ele ta fazendo da minha vida um inferno eu n consigo nem pensar em trabalhar que começo a chorar de tanto que ele ta me humilhando e me atormentando ele insiste em chamar minha atenção na frente de todos os meus colegas do serviço. Fico sem jeito então fico quieta ate ele terminar de falar e saio e começo a chorar. Ele insiste que eu peça para ir embora, fica mandando eu virar Mulher criar Vergonha na cara e tal n sei mais o que fazer n queria ter que ir no Ministério do trabalhador mais ele n ta me dando outra alternativa.Isso é assedio Moral?

    • Rafael Kretzer Pedroso says:

      Jessica… antes de qualquer coisa, lamento profundamente pelo que você está passando. =[
      Este é um momento muito especial na sua vida e é triste que as coisas estejam acontecendo desse jeito… porém, é hora de virar o jogo! ;)

      É muito difícil dizer o que é assédio moral sem conhecer detalhes do caso. Mas, em síntese, qualquer constrangimento ou humilhação prolongada, caracteriza assédio moral.
      Algo que pode facilmente caracterizar assédio moral é quando seu superior lhe constrange com a intenção de forçar o seu pedido de demissão.

      Muitos “chefes” assumem suas funções sem o preparo necessário para lidar com pessoas… e acabam enfiando os pés pelas mãos.
      Mas você não precisa sofrer com isso… procure um advogado trabalhista e ele saberá lhe orientar da forma mais adequada em como proceder.

  13. Camila says:

    Olá
    Muito boa explicação, parabéns.
    Gostaria de contar meu caso, meu nome é Camila.
    Minha chefe me colocou para trabalhar em um setor, e uma colega de trabalho queria me obrigar ficar em outra e me recusei.
    Um dia antes perguntei a minha chefe onde eu iria ficar, porque no dia ela não estaria lá para disser, então ela disse que era para atender os clientes no balcão e não na mesa.
    No dia entrei e fiquei no balcão, mas uma colega pediu umas bandejas, ai fui na mesa para dizer que não tinha e onde ia procurar, ela me disse que tinha que ir no consumo, como não sabia onde era fiquei na mesa para ela.
    Deu o horário em a funcionária da mesa foi embora, e disse para as outra colega que não ia ficar.
    ai uma começou a reclamar porque tinha ficado aquela hora e agora queria ficar lá.
    continuou reclamando e me disse:
    – O caralho que você não vai ficar lá.
    ela disse isso tudo na frente dos clientes que estava atendendo.
    A unica coisa que respondi na hora era
    – Não adianta não vou ficar lá.

    Depois do acontecido ela falou com o subgerente, mas ele não veio falar comigo.
    A colega e as outra me deixaram atendendo sozinha e a fila estava enorme.

    Não é a primeira vez que ela me faz passar vergonha e sentir mal na frente dos clientes, Dizendo:
    Ela é novata (nem sou tenho mais tempo de serviço, e no setor era chamada para cobrir folga e horário de almoço, antes dela entrar lá).

    Fiquei muito se graça com ocorrido, e estava acatando ordens na minha chefe… não me sinto bem trabalhando perto dela.
    Não sei que faço se falo tudo que ocorreu neste dia.

    Obrigado pela atenção

  14. DILMA says:

    OUVIR DO MEU CHEFE QUE NAO FAÇO MAS NADA SENDO QUE EXERÇO MEU SERVIÇO E AINDA AJUDO NOS OUTROS SETORES E DAI ELE VEIO ME FALAR ISSO OUÇO ZUZUM DOS COLEGAS MANDANDO QUE EU TRABALHE PORQUE FIZ ALGUNS SERVIÇOS NA GERENCIA DA EMPRESA E PERGUNTARAM AO RH PORQUE QUE SO EU ENTRAVA NA GERENCIA,TENHO 1 ANO E 10MESES DE EMPRESA.FIQUEI TRANSTORNADA CHOREI MUITO QUANDO ELE ME FALOU MEU CHEFE ME FALOU QUE NAO FAÇO MAIS NADA ME SENTI UM LIXO,INUTIL ISSO PODE SER CONSIDERADO ASSEDIO MORAL.ESTOU NA INTABILIDADE DE 1 ANO.

  15. Rui Pedro Alves Pita Esteves says:

    Boa noite. Eu também já fui vítima de assédio moral. Uma das vezes foi na Patinter (Mangualde-Portugal). Estava eu à experiência e, apesar de ainda não estar a ganhar nada, estava a gostar, até ao dia que calhei com um motorista que era um sacana do pior, um gajo indesejável. Qualquer coisa que eu fizesse de errado, o maldito começava logo a discutir, o que me matou a motivação e o entusiasmo que eu tinha pela profissão de motorista. Resultado: foi uma viagem para esquecer. E nunca mais lá fui, pois fiquei completamente desmotivado e acabei por me empregar noutro sítio. E o maldito, só assim se pode chamar, aposto que foi xibar aos patrões por eu não ajudar crápulas como ele… Portugal está um paraíso para patrões (e não só) sem escrúpulos! Aqui há muita oferta de mão-de-obra e então os facínoras fazem dos trabalhadores (os que estão empregados) o que querem!

  16. Micha says:

    Ola tem um cara muito chato na empresa em que eu trabalho, ele so sabe falar alto e quer ser super autoritario, um certo dia no qual era minha folga da empressa ele foi na minha mesa abriu a gaveta pegou um documente levou para o meu gerente e falou muitas besteiras ao meu respeito sem que eu ne tivesse a chance de me defender pois nao estava la. isso pode? nunca que eu teriaa a coragem de pegar algo na gaveta dele, ate porque acho isso uma baita falta de etica.

  17. IZABEL GONÇALVES says:

    OLÁ,GOSTEI DA MATÉRIA, MAIS TENHO UMA PERGUNTA E UMA DUVIDA,..E QUANDO A SITUAÇÃO E AO CONTRARIO,O FUNCIONÁRIO NÃO RESPEITA SEU SUPERIOR ,AGRIDE OS COLEGAS DE TRABALHO VERBALMENTE,SÓ SABE FAZER CRITICAS, NÃO FAZ NADA NO LOCAL DE TRABALHO E QUANDO E CHAMADO PARA CONVERSA SOBRE SEUS ATOS O MESMO INFORMA QUE PODE PROCESSAR A EMPRESA POR QUE A JUSTIÇA DO TRABALHO SEMPRE DARA OUVIDOS AO TRABALHADOR.. ME DIZ OQUE DEVE SER FEITO NESSA SITUAÇÃO.

Click Here to Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>