O currículo é a representação da sua personalidade, da sua capacidade, da sua experiência, da sua educação e asseio, portanto, sua apresentação deve ser impecável.
Dessa forma, abaixo ha algumas dicas para você cuidar do “visual” do seu currículo!
  • 1. Lembre-se, o seu currículo chega antes de você na empresa, portanto, o primeiro passo é atrair a atenção do solicitante por intermédio de um currículo bem feito, bem redigido, claro e com uma estética favorável.
  • 2. Objetividade é a palavra chave. Um texto interessante, que atrai a atenção e envolve não pode ser longo e nem prolixo. O texto ideal para um currículo deve ser claro, direto e conciso. Separe as informações em blocos.
  • 3. As incoerências entre as informações declaradas no currículo e a real atuação do profissional costumam ser desastrosas. Declarar maior competência do que a que realmente se tem pode favorecer no momento, mas o cair da máscara é trágico. Da mesma forma como soa presunçoso para uma profissional recém formada declarar que tem vasta ou grande experiência na área. Atentar para as colocações e frases feitas, pois, podem fazer você perder uma boa vaga.
  • 4. Leia e releia seu currículo quantas vezes forem necessárias. Não tenha preguiça de pensar sobre sua vivência profissional. O que é óbvio para você, muitas vezes não é óbvio para o solicitante, portanto, relacione separadamente todas as suas competências e faça uma boa análise sobre quais devem ser efetivamente mencionadas no currículo.
  • 5. O auto-elogio nunca é bem-vindo. Não há nada que desagrade mais o selecionador do que as expressões “sou comunicativa”, “sou dedicada e dinâmica”, “sou uma profissional comprometida e pró ativa”. O seu currículo poderá ser eliminado do processo, uma vez que tais afirmações (por mais verdadeiras que sejam) foram reveladas por você mesma, além de parecerem arrogantes e presunçosas.
  • 6. Linguagem excessivamente técnica e rebuscada é um grande empecilho para se alcançar bom resultado.
  • 7. Minúcias e detalhes desnecessários, descrições longas e “blocadas” e muita informação podem eliminar o seu currículo do processo, uma vez que só de olhar o solicitante já perde o interesse de lê-lo. Guarde os detalhes e as informações importantes para a entrevista.
  • 8. Apresente apenas o essencial, faça com que o seu currículo fique com um gostinho de “quero mais”, o que vai despertar o interesse do selecionador, que, certamente a chamará para uma entrevista.
  • 9. Não transforme o seu currículo em uma biografia. Evite informações muito antigas, que já perderam a validade. No Histórico Profissional deverão ser mencionadas, no máximo, 5 (cinco). empresas.
  • 10. A experiência profissional deve ser relacionada a partir da mais recente, informando as datas de entrada e saída, cargo ocupado e área em que trabalhou.
  • 11. Não polua o currículo com informações sobre:
  • Cursos de nível médio ou fundamental
  • Números de documentos escolares
  • Gostos pessoais
  • Hobbies e interesses de lazer , etc..
  • 12. Evite informar que “tem noções” sobre algo. É preferível afirmar que tem conhecimento do assunto.
  • 13. Fuja de informações pessoais, como jovem, bonita, simpática, etc.. e jamais forneça dados referentes a altura, peso, etc. São informações que não acrescentam nada as suas qualificações profissionais.
  • 14. Cursos e/ou residência no Exterior devem ser mencionados, porém, não se empolgue, pois, uma viagem à Disney não significa vivência no Exterior e muito menos que você fala inglês
  • 15. Quanto aos Idiomas : informar grau de fluência escrita e oral. Cuidado com a própria avaliação. Faça uma autocrítica para concluir se realmente é fluente ou não. Não se esqueça de que você será testada e avaliada pelo Selecionador ou pela Empresa.
  • 16. Jamais revele sua pretensão salarial. Tal assunto deve ser revelado e abordado somente durante a entrevista e, principalmente, se for questionada a respeito.
  • 17. Evite siglas e abreviaturas.
  • 18. Exclua do currículo informações sobre: religião, futebol e política.
  • 19. O título deverá ser o nome da profissional, portanto, não escreva “Curriculum Vitae” como título, pois denota obviedade.
  • 20. Conquiste seu Selecionador pela verdade, simplicidade e humildade.

Fonte: www.anetegiusti.com.br





logo_conasec
  1. Jussara Guilherme Sako says:

    Gostaria de saber como proceder quanto ao preenchimento do item 10 (experiencia profissional)no curriculo, especificamente com relação data de entrada e de saída da última empresa, uma vez que estou há vinte anos sem registro em carteira. Tenho receio que meu curriculo não seja selecionado ou considerado pelas empresas por esta questão.

    Afim de atualizar-me, entretanto, estou fazendo um curso técnico de secretariado administrativo para voltar ao mercado de trabalho.

    Agradeço antecipadamente alguma orientação a respeito .

    Atenciosamente,
    Jussara

    • Michele says:

      Boa tarde Jussara,

      Primeiramente acho que você deve regularizar tua situação na empresa, para ter registro na carteira profissional. Sem eles você perde vários benefícios que a CLT tem.
      No currículo você deve preencher com as datas em que trabalhou, mesmo sem registro. Isso vai te prejudicar somente quando em alguma situação você tiver que provar os anos trabalhados, experiência na função e etc. Mas como trabalhou todos esses anos acredito que vai conseguir sem problemas algum. Porém, regularize sua situação o mais breve possível ok?
      Boa sorte!!

  2. Lanny says:

    Olá! Estou adorando o site, muito bons os artigos. Sobre idiomas, não sou fluente, mas também não sou intermediária. Como dizer isso no currículo, se normalmente as pessoas colocam: básico, intermediário, fluente (avançado)?

    Obrigada!

    • Luciane says:

      Olá, Lanny,

      Primeiramente, obrigada por acompanhar os nossos post, saiba que buscamos as matérias são feitas de coração.
      Em segundo lugar, o ideal é que não se escreva nada além do tipo de idioma, ex: inglês básico, inglês avançado, a recomendação é que se escreva apenas o idioma que domina, ex: inglês, espanhol…

      Essa dica foi repassada por uma professora psicólga que dá aula em meu MBA em gestão de pessoas.

      Espero ter te ajudado!

      Good Luck!

Click Here to Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>