A qualquer hora, pode acontecer: você estando empregado ou não, sempre é possível o surgimento de uma oportunidade de um novo emprego quando menos se espera. Telefonema, contato, e agendamento da – para alguns, temida – entrevista de emprego.

É normal que tenhamos dúvidas sobre como agir no momento em que estamos sendo entrevistados, afinal dúvidas relacionadas a comportamento diante de situações em que não sabemos exatamente o que o outro espera de nós são mais frequentes do que se imagina. Mesmo pessoas mais comunicativas tendem a errar em alguns aspectos.

Porém, não existe nenhuma técnica pronta para saber qual a maneira ideal de proceder. Cada caso é um caso, pois as entrevistas são diferentes, o cargo aspirado e as pessoas envolvidas no processo de seleção também. Para que você esteja mais tranquilo – e preparado – da próxima vez, listamos algumas atitudes que você não deve ter ao ser entrevistado profissionalmente. Essas dicas foram escolhidas com base na leitura de várias entrevistas com recrutadores, que indicaram o que consideram inadequado quando estão entrevistando um candidato. Veja quais são as maiores mancadas dos candidatos a um emprego:

1) Omitir fatos que são considerados requisitos importantes para a posição, como a impossibilidade de mudar de cidade ou de viajar com frequência. Se esse for o seu caso, comunique de imediato: melhor esquecer  a oportunidade de imediato que piorar as coisas mais tarde.

2) Autoelogiar-se, usando discursos batidos como: “dinâmico”, “criativo”, “inovador”. Evite também usar os verbos em 1ª pessoa do singular (eu), como por exemplo: “consegui”, “elaborei”.

3) Nunca perca a linha de raciocínio, contando histórias, nem se justifique em excesso. Nunca faça papel de vítima.

4) Nunca questione detalhes pouco importantes em uma primeira conversa, como por exemplo, qual modelo de celular a empresa oferece aos funcionários.

5) Se precisar faltar à entrevista, avise com antecedência. Nunca cancele e remarque várias vezes.

6) É preciso ser sempre transparente ao contar o motivo pelo qual se desligou da empresa ou empresas anteriores.

7) É considerado péssimo dar sequência a um processo seletivo apenas para testar a empregabilidade, ou saber se o salário está na média e desistir depois.

8) Fazer comparações do tipo “quem paga mais?”, comparando ofertas de salário da nova empresa e contrapropostas da atual.

9) Manter o celular ligado durante a conversa é péssimo. Pior ainda, só se você resolver atender.

10) Exceder na ansiedade e ligar todos os dias perguntando sobre o andamento do processo.

11) Insistir para que o entrevistador revele de imediato o valor da remuneração, antes de qualquer coisa.

12) Nunca fale mal nem revele informações confidenciais de alguma antiga empresa em que tenha trabalhado.

Essas foram as nossas dicas. Portanto, fique atenta e arrase nas suas entrevistas, super secretária!

Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, especialista em Língua Portuguesa e Literaturas pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória - PR. Mestre em Estudos de Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina.





super secretária executiva
executiva
  1. Juliete says:

    O blog tem me ajudado bastante!! Sou aluna de administração e acompanho direto as dicas que vocês publicam aqui no blog. Parabéns pela iniciativa. Sucesso!!!

  2. Aparecida Helena says:

    Olá Michele,
    Por favor, quando o motivo da saída de empresas esbarrar em ex: Assédio, moral ou sexual, carga horária (15 hrs, sem almoço, proibição de ir ao banheiro), acumulo de funções, enfim qquer motivo “desagradável”,e vc tenta sair pela tangente, e falar que queria novos desafios, não for suficiente ou não “colar” para o entrevistador, o que vc sugere?
    muito obrigada!

  3. Aparecida Helena says:

    Olá,
    Por favor, quando o motivo da saída de empresas esbarrar em ex: Assédio, moral ou sexual, carga horária (15 hrs, sem almoço, proibição de ir ao banheiro), acumulo de funções, enfim qquer motivo “desagradável”,e vc tenta sair pela tangente, e falar que queria novos desafios, não for suficiente ou não “colar” para o entrevistador, o que vc sugere?
    muito obrigada!

    • Michele says:

      Olá Aparecida Helena,

      Todos esses motivos que me citou são motivos suficientes para procurar novos desafios, não é mesmo?
      Isso já aconteceu ou acontece contigo?
      Olha, na minha opinião, se você já tentou de todas as formas sair do emprego que esta sem sucesso, procure ser clara e objetiva… se mesmo assim nada funcionar, só lhe resta pedir demissão mesmo.
      Boa sorte!

      Beijos ;)

  4. Renata says:

    OOii .
    Eu adorei as dicas , vou para uma entrevista de emprego , e estou um pouco nervosa , por ser a minha primeira entrevista , mais as dicas me ajudaram muito
    Obrigada Beijos

Click Here to Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>