Vamos falar mais um pouco sobre este tema que causa dor de cabeça em alguns só de pensar: redação. Já falamos sobre a escrita em “escreva melhor”, mas seja em vestibulares, concursos ou seleções de emprego, ela nunca sai de moda, e por isso, não temos como escapar dela. Acompanhe nossas dicas para criar textos claros e eficazes, para o mercado de trabalho ou para o ambiente escolar.

1- Cuidado com a gramática!

Muitos pensam que o fato de não cometer erros de português já garante uma redação nota 10.  Mas a coisa não é bem assim: escrever corretamente não é considerado uma habilidade, mas sim uma obrigação! Antes de uma meta, é um pressuposto. Quem examina redações em concursos, vestibulares e processos seletivos tende a supor que o redator seja capaz de conhecer e reconhecer a linguagem, sabendo utilizá-la para comunicar-se em diferentes situações, conforme a exigência do contexto. É preciso saber acentuar, concordar verbal e nominalmente, utilizar conectivos, pronomes e verbos. È interessante evitar expressões do tipo “eu acho”, “eu penso”, “quem sabe”, pois mostram dúvidas e podem colocar em risco sua credibilidade. Acima de tudo, é preciso usar uma linguagem simples, que não exija do leitor esforço de decifrar colocações complicadas. Torne as frases leves e curtas, sendo claro, seguindo a ordem direta e apresentação do assunto, sem inversão de dados e de opiniões.

Dica: Para tudo isso, é necessário uma dose de leitura diária!

2 – Cerque-se de fontes!

Uma boa redação é muitas vezes aquela em que se soube manejar uma coletânea de textos de apoio, mas fazendo isso com sabedoria, sem simplesmente copiar as informações. Textos devem ser usados como referência para que se possa encaminhar a própria produção, e não como uma fonte de trechos para se copiar. Consultar diferentes fontes, entender as ideias que provêm delas, e produzir o texto de acordo com os limites impostos pelas informações que você buscou é um exercício importante, pois pode dar segurança e qualidade aos nossos textos.

3- Busque um raciocínio lógico

Para que uma redação seja considerada nota 10, deve apresentar ideias que permitam ao leitor uma compreensão exata do que se pretendeu escrever. Cabe ao redator dar um caminho ao raciocínio, criando um sentido entre as etapas da redação que está construindo; sempre com muita atenção para manter a estrutura e o tema solicitados pela proposta de produção textual.

Tenha cuidado para organizar os parágrafos, agrupando as frases de acordo com o conteúdo expresso por elas. Desta forma, a leitura torna-se mais clara e sem dispersão. Outro fator importante na composição do raciocínio é a presença de um bom vocabulário: evite a repetição de palavras e procure usar sinônimos para evitar a repetição de palavras. Com os conectivos, por exemplo, ao invés de utilizar “mas” ao longo do texto todo, procure usar palavras que cumpram a mesma função e tenham o mesmo sentido, como “porém”, “entretanto”, “contudo”.

4- Concilie tema e proposta

Seja qual for a sua opinião sobre o tema proposto, simplesmente a defenda. Busque ser sensato(a) e evite radicalismos e

pontos polêmicos. Leia atentamente o que é proposto, avalie os conceitos que tem e os argumentos que tem para defendê-los. É importante lembrar que, muitas vezes, o tema exige um senso de observação aguçado, pois em alguns casos, é preciso interpretar a proposta de redação, que não apresenta-se explícita. Temas “filosóficos” e “comportamentais” tendem a ser mais complexos, exigindo, portanto, maior atenção.

5 – Recorra aos esboços

Textos que não passam por um projeto prévio são os que mais costumam apresentar problemas. Mas o que seria um projeto de texto? É projetar aquilo que se vai escrever: limitar o texto às exigências do público que lerá o texto, balanceando com o que se sabe e pode trabalhar. Assim, no caso dos textos argumentativos, o primeiro passo é elaborar sua tese, a ideia que vai ser exposta e defendida. Em seguida, buscar as argumentações, que devem ser bem conduzidas para defender sua tese. Procure fazer este projeto de modo a compor um esquema, para que não esqueça de incluir pontos importantes quando tiver a versão definitiva de seu texto. A conclusão pode ser projetada desde o início, para que imagine quando e como terminar o trabalho.

6 – Seja coerente

Uniformidade deve ser a palavra-chave. A ideia que norteia seu texto não pode ser contraditória. A boa redação prima pela coerência, portanto, apresente argumentos coerentes e mantenha-se firme na opinião por você apresentada. Apresente apenas argumentos que tenham fundamento, não tente escrever o que você “acha” ou não tem certeza. Coisas do tipo “todos os políticos são desonestos”, “toda mulher usa batom”, tendem a levar ao descrédito.

Seja objetivo. Numa seleção de emprego com tema livre, por exemplo, convém falar da carreira, de profissão, da área de atuação ou de atualidades. Redações com tema indistinto, como “Minhas férias”, ou muito confessionais, indicam falta de objetividade.

7- Evite fórmulas

Acredite: não há fórmulas mágicas para se escrever uma redação. Muitas pessoas colecionam técnicas e mais técnicas, que se não forem bem conduzidas, descaracterizam o texto.É evidente que não se pode eliminar as técnicas na composição de um texto, mas é fundamental que sejam bem empregadas, com sentido e bem fundamentadas.

É preciso evitar, por exemplo, o uso de frases de efeito, pois tendem a permitir interpretações apressadas, e muitas vezes indesejáveis.

Na dúvida, evite usar termos em inglês. É recurso usado muitas vezes de forma inábil, como sinalização de status e conhecimento com que nem sempre se está familiarizado. Corre-se o risco desnecessário de errar a grafia, e pecar pelo uso desnecessário de estrangeirismos.

Nada de decorar trechos de obras, para depois simplesmente inserí-las no seu texto. Lembre-se de que sempre é preciso contextualizar, e não amontoar frases sem sentido.

8- Desenvolva um estilo

Há textos que permitem identificar o autor a partir do momento em que se inicia a leitura. É importante que o texto tenha a “sua cara”, permitindo que se identifique seu estilo. Não tente copiar a maneira como outra pessoa escreve, deixe fluir sua escrita até que ela traduza a sua forma de se expressar. É evidente que você terá que adaptar-se ao tema proposto: se seu estilo for leve e descontraído, deverá assumir outros ares ao abordar temas como, por exemplo, “aborto”.

9 – Estruture os parágrafos

Parágrafos muito longos tendem a ser maçantes. O cuidado com os parágrafos deve ser preocupação constante de quem está escrevendo.Se for muito longo, pode ser sinal de acúmulo ou confusão de ideias. Muito curto, pode parecer falta delas. O ideal é que sejam equilibrados, nem muito longos, nem muito curtos, e que possam expressar suas ideias de forma lógica e competente. O ideal é que, para um texto de 30 linhas, haja pelo menos 4 parágrafos. Entretanto, essa é apenas uma sugestão, não uma fórmula exata.

Outro ponto importante a ser verificado é a pontuação: a leitura torna-se muito cansativa quando, ao iniciar um parágrafo, não dividimos o mesmo em frases. Portanto, sempre que necessário, utilize vírgulas, pontos, dois pontos… o importante é estruturar bem seu texto.

10 – Enriqueça seu repertório

Manter-se atualizado e a par dos principais fatos é essencial, pois para escrever bem, é preciso conteúdo, não em termos de quantidade, mas sim de qualidade. Por isso, procure ter conhecimentos dos quais possa valer-se ao abordar os mais diversos temas. Esteja sempre atenta aos noticiários, revistas, jornais, músicas. Esteja atento às atualidades.

Que tal treinar um pouco? A proposta da redação do Enem 2011 é uma boa opção!

Uma ótima semana a todos!!!

Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, especialista em Língua Portuguesa e Literaturas pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória - PR. Mestre em Estudos de Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina.





mulher-assustada
  1. Rossana says:

    Olá,

    Adorei a matéria sobre redação. Confesso que na hora de escrever muitas vezes tenho dúvidas. Agora entendi que planejando o que vou escrever posso melhorar muito a clareza do texto. Sou grata mais uma vez a vocês pela excelente matéria.

    Um abraço.

  2. Daiane Figueredo says:

    Parabéns !!!!
    É a primeira vez que visito seu blog, e sinceramente adorei !!!
    Sou estudante de Secretariado, e todas as informações e dicas que estão com certeza serão muito aproveitadas por mim.

    Sucesso,
    Daiane.

    • Michele says:

      Olá Daiane,

      Opa, ficamos muito contentes! =D
      Toda a equipe do Super Seretária Executiva agradece!
      Fique a vontade para sugerir temas e tirar dúvidas.

      Beijos um ótimo final de semana ;)

  3. Katianne says:

    Olá, conheci o site hoje e estou adorando. Muitas dicas eficiêntes para nos ajuda no dia a dia.

    Gostaria de saber se você não tem uma coletânea de mensagens de aniversários para usarmos no dia para as autoridades. Dê umas dicas quanto a essas mensagens que passamos em nome do chefe.

    Bom dia..

Click Here to Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>