Já se deparou com essa dúvida? Será que a verificação ortográfica do Word é completamente confiável? Tenho certeza de que você já questionou alguma correção feita pelo verificador do Word que achou, no mínimo, estranha.

Pare e reflita um pouco: mesmo o mais detalhista e minucioso dos mortais, vez ou outra, comete alguns errinhos gramaticais, seja por desconhecer, por distração ou mesmo por um errinho de digitação. Portanto, confiar em um verificador automático, que não tem a mesma sensibilidade que você, é bastante questionável. Então, se surgir qualquer dúvida, não deixe de verificar.

Seja na grafia de uma palavra, seja na concordância verbal ou nominal, algumas vezes o corretor ortográfico do Word pode, sim, pecar – e você também, caso não se dê conta e deixe passar despercebida alguma dessas falhas. É inquestionável que ele nos auxilia – e muito! Às vezes, esbarramos o dedo na tecla ao lado e uma palavra vira outra rapidinho – muitas vezes nem percebemos, mas se alguma palavra desconhecida surgiu dali, o verificador vai marcar para você. Porém, sempre é preciso verificar se a opção sugerida por ele realmente combina com o seu texto.

Atualmente, o maior problema do verificador ortográfico está ligado à Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa, de 2009. Embora as versões mais recentes do programa já estejam atualizadas, muitos utilizam versões antigas do Word, e com isso, acabam deixando passar despercebidos alguns probleminhas.

A legislação diz que, até o final de 2012, as duas formas da gramática da Língua Portuguesa continuam sendo aceitas – a antiga e a atual. Porém, a maioria das entidades já está adaptada, e certamente, cobra também que os demais estejam dentro destas normas. São poucos os casos em que ainda encontramos “idéia”ao invés de “ideia”, “auto escola” ao invés de “autoescola”. Já falamos sobre as principais mudanças que aconteceram em nosso idioma aqui. Leia, releia, faça de tudo para memorizar. É importante conhecê-las, e não é porque o prazo de adapatação ainda se estende por mais um ano que você vai esperar e deixar para aprender na última hora. Secretária é eficiência, não é mesmo? Portanto, seja eficiente, esteja sempre à frente!

Mas o que fazer quando o Word ainda não está atualizado e insiste em manter a palavra dentro das normas gramaticais antigas? Convenhamos que o cotidiano da Secretária Executiva já é bem atribulado, e ficar corrigindo palavra por palavra toma um tempão. Portanto, preste atenção nesta dica, que é simples e pode ser utilizada com a maioria dos casos para facilitar a sua digitação.

– Seu computador continua insistindo em usar o trema (¨) em cima do (ü), em palavras como “ambiguidade” e “linguística”? Coloca acentos em lugares onde você sabe que não pode usar? Tira os acentos que você coloca? Existe uma maneira muito fácil de corrigir:

  • Localize, na barra de ferramentas, o botão Substituir. Vai aparecer uma janela assim:

  • Em seguida, coloque em localizar a palavra como ela não deve aparecer, ou seja, na versão antiga da gramática. Aqui eu usei o exemplo de “ü”.
  • Em substituir por, coloque a versão correta. No caso, usei “u”(sem o trema).

  • Clique em “substituir tudo”. Pronto. Pode digitar que esse problema não vai mais acontecer, pois sempre que o Word teimar em substituir pela antiga versão, você já deu o comando para que substitua pela forma adequada.

– Isso pode ser feito com qualquer outra regra da gramática. Mas tenha o cuidado de não exagerar. Por exemplo: “estreia” é escrita sem acento, mas se você pedir para substituir “éi” por “ei”, (pensando em simplificar), “pastéis” (que continua acentuado) perderá o acento e estará errado! Para facilitar, uma dica é substituir as seguintes sílabas, usando o mesmo método que falamos acima: “éia” por “eia“, “óia” por “oia“, “éico” por “eico” e “óico” por “oico“. Essas sílabas são o suficiente para reduzir em 90% correções erradas de acentuação feitas pelo Word.

–  Algumas vezes, o Word, por razões desconhecidas, manda que você tire o s do final de algumas palavras. Veja o que ele lhe diz, mas não altere às escuras: quando isso acontece, geralmente está errado, eu não sei o porquê. Pessoas devem ser atentas, e não atenta; crianças correm felizes, e não feliz. Não sei por que o Word nos diz o contrário. Portanto, leia sempre antes de alterar.

Espero que essas dicas possam facilitar o seu agitado dia a dia, super secretária executiva! Fique atenta e escreva corretamente, isso é bonito e elegante, sem contar que demonstra eficiência e organização!

Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, especialista em Língua Portuguesa e Literaturas pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória - PR. Mestre em Estudos de Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina.





read-it-later-2
ferramentas-google
  1. UNINTER says:

    Muito bom post. Apesar das antigas regras serem aceitas até o final de 2012, pelo que temos visto pouquíssimas pessoas sabem o que mudou e nem se interessam, afinal o Word corrige tudo. Mal sabem elas que as próprias correções feitas por ele podem estar erradas. Para quem não tem muita paciência em decorar regras, a recomendação é ler publicações atuais. Assim, sem perceber, memorizamos o que é correto.

    • Michele says:

      Olá,

      Muito obrigada! Toda a equipe do Super Secretária Executiva agradece!!
      Fique a vontade para sugerir conteúdos e tirar dúvidas.
      É isso mesmo… para decorar é preciso ler muito. Vale também fazer uma “colinha” e deixar na agenda para quando surgir a dúvida.

      Ótima quinta-feira ;)

Click Here to Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>